Após mortes de Bruno e Dom, Aras promete enviar 30 procuradores para a Amazônia

Após mortes de Bruno e Dom, Aras promete enviar 30 procuradores para a Amazônia

O procurador-geral da República, Augusto Aras, afirma que vai destinar mais 30 procuradores que vão trabalhar com exclusividade em toda a Amazônia. A fala ocorreu durante visita ao Vale do Javari, no interior do Amazonas. Aras fez um sobrevoo pelo município de Atalaia do Norte, onde o indigenista Bruno Pereira e o jornalista inglês Dom Phillips foram mortos. (Ouça)

(Foto: Divulgação/MPF)

De acordo com o Ministério Público Federal (MPF), a visita de Aras teve como objetivo discutir medidas e ações de reestruturação da atuação institucional na região amazônica, ampliar a articulação com outros órgãos públicos com vistas ao combate à criminalidade e ao enfrentamento de violações aos direitos indígenas, direitos humanos e outros crimes registrados na região.

Ainda, durante a visita, Aras teve um encontro com o oitavo batalhão de infantaria do Exército, que atua na região.

Da redação