Amazonense passa em universidade da Califórnia para programa de performance em violoncelo

A história da amazonense Karen Carvalho com a música começa quando ela tem apenas 12 anos. Antes de começar a tocar violoncelo, uma espécie de violino gigante, ela integrou o coral do projeto Jovem Cidadão. Ela não imaginava que acabaria indo para a Califórnia.

A paixão pelo instrumento ocorreu meses depois quando ela entrou no Teatro Amazonas pela primeira vez, para se apresentar num concerto.

Atualmente com 24 anos, Karen vai fazer parte do programa Artist Certificate Music Performance, do Azusa Pacific University, na Califórnia, Estados Unidos. Ela viaja em agosto.

A jovem fez processo de seleção para duas faculdades americanas. Segundo ela, sempre foi um sonho estudar fora do país, mas com a pandemia de coronavírus chegou a pensar que tudo fosse por água abaixo. Mas mesmo com a pandemia, muitos festivais ocorreram de forma online e gratuita, que abriram as portas para novas oportunidades para a musicista:

Aluna de violoncelo no Liceu de Artes e Ofícios Claudio Santoro, Karen foi aprovada por um dos mais conceituados violoncelistas do mundo, o polonês Marek Szpakiewicz, atualmente professor na Califórnia:

Em terra manauara, a promissora artista tem como referências Anton Minenkov, o chefe dos violoncelos da Amazonas Filarmônica, e a maestrina e violinista Elena Koynova, regente da Orquestra Jovem Claudio Santoro.

Koynova destaca que a estudante se identifica de forma peculiar com o instrumento, que a fez crescer na área até se tornar monitora e segundo a maestrina, um braço direito:

Expectativa

Malas prontas, coração à mil. Expectativa assim como a vontadade de realizar um sonho, nas alturas. Karen afirma que passa muita coisa em sua cabeça sobre como vai ser a faculdade. Pessoas do mundo todo estudam na faculdade. A estudante brinca dizendo que imagina que seja como nos filmes a experiência em uma instituiçaõ de ensino internacional.

Sobre o inglês, ela afirma que vem se preparando:

Inspiração

E a maestrina Elena Koynova, orgulhosa de sua cria artística, deixa um recado para Karen e os demais alunos que pretendem seguir carreira musical e principalmente, realizar sonhos:

E da Manaus do Teatro Amazonas, o ponto de partida, Karen segue e alça novos ares pelos palcos das maiores casas de ópera do mundo.

Você pode ouvir essa reportagem na íntegra:

Reportagem: Alex Ferreira
Foto: Arquivo Pessoal