Chega a 30 o total de novos medidores de energia com falhas em Manaus

Amazonas Energia diz que vai compensar consumidores prejudicados por contadores com falhas

A concessionária Amazonas Energia informou que vai compensar os consumidores prejudicados por contadores com falhas na medição da tarifa de energia no estado. A afirmação foi feita nessa quinta-feira (17) pelo diretor Radyr Oliveira durante audiência pública realizada na Câmara Municipal de Manaus.

Chega a 30 o total de novos medidores de energia com falhas em Manaus

O Instituto de Pesos e Medidas do Amazonas, o Ipem, divulgou na noite dessa segunda-feira (14) a descoberta de mais 24 medidores de energia que apresentaram falhas no sistema que mede a exatidão do consumo. Com isso, chega a 30 o número total de aparelhos que com problemas detectados.

A audiência foi proposta e aprovada esta semana, após a informação divulgada pelo Instituto de Pesos e Medidas (Ipem) de que medidores estavam cobrando valores acima do normal, após uma fiscalização feita em mais de mil equipamentos.

Durante os pronunciamentos, o presidente do Instituto de Pesos e Medidas do Amazonas, Márcio André, atualizou os dados e afirmou que em fevereiro o número de medidores com irregularidades saltou para 30 e que a situação precisa ser investigada.

O Ministério Público do Amazonas instaurou um inquérito civil para investigar possíveis irregularidades na medição do consumo de eletricidade de casas em diversos bairros de Manaus depois da troca de mais de 10 mil medidores feita pela Amazonas Distribuidora de Energia, entre os dias 17 e 21 de janeiro deste ano.

O órgão solicitou à Agência Nacional de Energia Elétrica um parecer conclusivo sobre o novo sistema de medição e registro de consumo de energia elétrica, que deve responder, entre outras questões, se a Agência teve conhecimento da conduta adotada pela Amazonas Energia, se foi consultada sobre a troca pela Amazonas Energia e se os medidores foram aprovados por ela.