AO VIVO

AM tem mais de 300 novos casos de câncer de pele em 2022, antes da chegada do verão amazônico

AM tem mais de 300 novos casos de câncer de pele em 2022, antes da chegada do verão amazônico
Reportagem: Cindy Lopes

Com a chegada do verão amazônico e o intenso calor na região, os cuidados com a pele devem ser redobrados, já que, durante este período, a radiação solar se intensifica, aumentando os índices de desenvolvimento do câncer de pele.

Apenas no primeiro semestre de 2022, o Amazonas teve 322 casos da doença, quase metade do número registrado no estado em todo o ano de 2021, quando houve 674 ocorrências. Os dados são da Fundação Alfredo da Matta, referência no tratamento da doença na capital.

A dermatologista Marina Abnader alerta sobre os problemas causados pela exposição ao sol. (Ouça)

Como reforçado pela especialista, uma das principais recomendações para prevenir o câncer de pele é evitar a exposição ao sol nos horários em que os raios solares estão mais intensos e, se tratando de Manaus, esse cuidados precisam ser redobrados devido às altas temperaturas na região.

Segundo o Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia (Censipam), no último dia 17 a capital registrou o terceiro dia mais quente do ano. Os termômetros marcaram 36,4 graus Celsius.

O calor foi pior no dia 12 de fevereiro, quando a temperatura chegou a 36,8 graus, seguido do dia 6 de janeiro, com 34,6 graus.

A professora Tizziana Barbosa diz que não abre mão do protetor solar nem mesmo na hora de dormir. (Ouça)

A especialista Marina Abnader orienta como se prevenir de problemas na pele causados pelo sol, principalmente em relação às crianças. (Ouça)

O verão amazônico deve ir até o início de outubro. Neste período do ano, as temperaturas ficam mais altas devido à baixa nebulosidade e a redução das chuvas.

Últimas Notícias