Amazonas registra crescimento e chega a taxa de 50% na ocupação de leitos da covid-19.

AM chega a 50% na ocupação de leitos de covid, mas segue fora da zona de alerta

O Amazonas registra crescimento e alcança 50% no índice da taxa de ocupação de leitos de coronavírus, mas apesar disso, o estado permanece fora da zona de alerta. A informação consta no Boletim Observatório Covid-19 Fiocruz. O boletim reforçou a tendência de queda no indicador nas próximas semanas.

Os dados obtidos em 20 de setembro, indicam que nenhum estado brasileiro está na zona crítica, com taxa superior a 80%.

Para o infectologista Marco Aurélio Safadi, mesmo com a melhoria dos indicadores, ainda é preciso ter cautela e manter cuidados de prevenção. A queda nas internações tem uma relação direta com o número de pessoas vacinadas.

A redução de leitos continua sendo observada, e, na última semana, foram registradas quedas nos leitos de UTI Covid-19 para adultos no Amazonas, Pará e Tocantins na região Norte, além do Maranhão, Pernambuco, Sergipe, e mais nove estados.

Entre os casos confirmados de coronavírus, internados em Manaus há 101 pacientes, sendo 38 em leitos clínicos e 63 em UTI. Há ainda outros 11 pacientes internados com Covid-19 na rede pública de saúde do interior do estado.

Boletim diário

Com 50 novos casos de Covid-19 registrados nessa quinta-feira (23) chega a 426.175 o total de casos da doença no Amazonas.

De acordo com a Fundação de Vigilância em Saúde (FVS) um óbito foi confirmado na quarta-feira (22) elevando para 13.718 o total de mortes.

Entre os casos confirmados e suspeitos, há 123 pacientes internados na rede pública de saúde da capital e do interior.

Reportagem: Guilherme Guedes
Foto: Reprodução/Agência Brasil