De 124 unidades policiais do interior do Amazonas, apenas 28 possuem internet

80% das delegacias do interior do Amazonas não possuem internet, segundo dados da SSP-AM

De 124 unidades policiais do interior do Amazonas, apenas 28 possuem internet. Um número expressivo que chega a representar 80% do total, os dados são da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM).

Ouça este conteúdo:

A informação revela um problema que dificulta o registro de boletins de ocorrência e também do estado possuir indicadores fiéis a realidade de cada município, como por exemplo a quantidade da população carcerária em cada cidade.

Em Jutaí, cidade da calha do Médio Solimões, o pescador Francisco Ramos, diz que a falta de estrutura e de internet dificulta o atendimento a população. (ouça)

Para o especialista em Segurança Pública, Coronel Walter Cruz, os dados revelam a ausência de um programa para a área (ouça)

Uma parceria da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas e do Ministério da Justiça e Segurança Pública deve tirar as delegacias e batalhões policiais do isolamento de comunicação no interior do estado.

A implantação de links de internet é um dos benefícios alcançados pelo governo estadual com a adesão ao Sistema Nacional de Informações de Segurança Pública, feita pela SSP-AM.

A plataforma oferece diversas soluções tecnológicas aos órgãos do sistema de segurança.

Para funcionar no interior, serão instalados links de internet em 63 delegacias de Polícia Civil e 37 unidades da Polícia Militar.

O chefe do Departamento de Tecnologia da pasta, delegado Bruno Hitotuzi, avalia que os kits com internet, devem chegar nos próximos dois meses as unidades policiais. (ouça)

A adesão ao Sistema Nacional também deve fazer com que o Amazonas tenha um maior controle da quantidade de presos. (ouça)

O convênio com prevê a implantação de três programas o de Procedimentos Policiais Eletrônicos (PPE), que serve para o registro de Boletins de Ocorrência (BOs); a Central de Atendimento e Despacho, que possibilita o gerenciamento das ligações aos números emergenciais 190 e 193; e o InfoSeg, que é um banco de dados nacional com informações sobre foragidos da Justiça, veículos roubados e furtados, assim como armas de fogo.

Reportagem: Ricardo Chaves
Foto: Divulgação/SSP-AM