Casal suspeito de assassinato entregam-se em delegacia

Suspeitos do assassinato de militar, dono de rede de supermercados e esposa se entregam à polícia

O casal suspeito do assassinato do sargento do Exército Lucas Ramon Silva Guimarães, de 29 anos, se apresentou na tarde desta terça-feira (21) à polícia. Joabson Agostinho Gomes, dono de uma rede de supermercados em Manaus, e a esposa Jordana Azevedo Freire, se entregaram na Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros, na zona Leste da capital.

O caso era procurado desde o início da manhã desta terça-feira, quando a polícia realizou uma operação de buscas pelos dois.

A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM) aponta que o assassinato do sargento do Exército Lucas Ramon Silva Guimarães, de 29 anos, em uma cafeteria de Manaus está ligada a um crime passional envolvendo Joabson e Jordana.

A informação foi divulgada pela PC em coletiva de imprensa. Segundo a policia, o sargento tinha um caso extraconjugal com Jordana Azevedo Freire, casada com o empresário Joabson Agostinho Gomes que depois de descobrir a traição, mandou matar a vítima.

O crime ocorreu no dia 3 de setembro deste ano, no bairro Praça 14 de Janeiro, zona centro-sul.

Da redação
Foto: Divulgação/ PC-AM