Reportagem: Cindy Lopes

Durante o segundo turno das eleições no Amazonas, 194 urnas eletrônicas apresentaram problemas, 147 apenas em Manaus. Do total, 59 urnas precisaram ser substituídas, 22 na capital e 37 no interior do estado.

As informações foram divulgadas durante coletiva de imprensa realizada no final da tarde desse domingo (30) na sede do Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM).

A diretora-geral do tribunal, Melissa Lavareda, afirmou que as urnas precisaram ser substituídas após todos os testes serem realizados, mas que o problema não atrapalhou a votação. (Ouça)

O estado teve 16 denúncias de propaganda irregular, distribuição de santinho, alto-falante e publicações na internet.

O presidente do TRE, desembargador Jorge Lins, disse que, ao contrário do que ocorreu no primeiro turno, nos locais de votação não houve registro de filas. (Ouça)

Durante a coletiva, o secretário de Segurança Pública, general Carlos Alberto Mansur, destacou o sucesso das operações em todo o estado, sem o registro de ocorrências graves. (Ouça)

Segundo ele, aproximadamente 11.500 agentes atuaram na capital e no interior para garantir que o eleitor votasse em segurança.

Entre as ocorrências registradas pela Segurança Pública estão 3 supostos casos de boca de urna, 1 caso de compra de voto, 3 de selfie na urna e um acidente de trânsito. Além disso, 6 pessoas foram encaminhadas à delegacias, uma delas estava com uma arma de fogo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *