Siga nossas redes sociais

Seca deve prejudicar distribuição de água e comida para 500 mil pessoas no AM, afirma governador

O governador Wilson Lima afirma que a seca no Amazonas deve afetar a distribuição de água e alimentos para cerca de 500 mil pessoas e, até o final de outubro, mais de 50 municípios do estado devem decretar situação de emergência.

A declaração foi feita em entrevista ao BandNews TV na manhã desta terça-feira (26).

Segundo o governador, o transporte fluvial de alimentos já está sendo comprometido por causa da estiagem – que pode ser a pior da história.

 

 

Wilson Lima afirma ainda que a estiagem já compromete a chegada de insumos e a distribuição de produtos da Zona Franca de Manaus.

 

 

O governador vai se reunir HOJE (26) com o ministro da Infraestrutura, Renan Filho; ministro de Portos e Aeroportos, Silvio Costa, ministro do Desenvolvimento, Waldez Góes; e ministra do Meio Ambiente, Marina Silva.

Os principais assuntos a serem discutidos é sobre o abastecimento de alimentos para as famílias afetadas pela seca e sobre a atividade econômica que ficará prejudicada por causa da baixa profundidade da calha do Rio Madeira.

 

 

Na reunião desta terça-feira (26), o governador vai pedir ajuda do governo federal para a compra de cestas básicas, água, além do apoio da Força Aérea no transporte dos insumos.

Até agora, 15 cidades do Amazonas declararam situação de emergência e cerca de 100 mil pessoas foram atingidas.

Da redação.

Curta e compartilhe!

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

Assine nossa newsletter

Receba uma seleção de notícias feitas pelos nosso editores. De segunda a sexta-feira, sempre bem cedinho!

Últimas Notícias

plugins premium WordPress