Por Ricardo Chaves.

O prefeito de Manaus, David Almeida (Avante), sancionou lei que fixa em 3,69% o índice de recomposição salarial dos servidores da Secretaria Municipal de Educação (Semed). A medida foi publicada na última sexta-feira, dia 14, no Diário Oficial.

A lei adequa a data-base dos profissionais ao IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo). Com isso, o reajuste deste ano é restrito à reposição da inflação.

A recomposição salarial será incorporada a partir de junho, com efeito, retroativo a maio.

Professores iniciantes com carga horária de 20h semanais terão aumento de R$ 90. Os salários deles vão de R$ 2.448,47 para R$ 2.538,82.

O menor salário para professores que trabalham 40 horas semanais aumentará de R$ 4.896,94 para R$ 5.077,64, reajuste de R$ 180.

Em nota, a Asprom Sindicato considerou a medida uma vitória da categoria.

Já o Sinteam considerou o percentual “mínimo” e afirmou que, devido ao ano eleitoral, a lei limita o reajuste à recomposição salarial. O sindicato disse também que existem outras pautas a serem tratadas na mesa de negociação que não são impedidas de serem solucionadas pela lei eleitoral.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *