População do Amazonas deve ter cuidados para evitar o golpe do chip em branco

População do Amazonas deve ter cuidados para evitar o golpe do chip em branco

A Polícia Civil do Amazonas alerta à população sobre como evitar o golpe do chip em branco. Os golpistas podem conseguir dados bancários e até mesmo fotos íntimas das vítimas.

O delegado adjunto da Especializada em Repressão a Crimes Cibernéticos, Rafael Montenegro, explica que este crime acontece quando o golpista, com um chip de telefone em branco, entra em contato com a operadora de telefonia se passando pela vítima, e solicita a ativação do número no novo chip. A partir disso, o criminoso consegue ter acesso aos dados pessoais da vítima.

População do Amazonas deve ter cuidados para evitar o golpe do chip em branco

Ele diz, ainda, que por ser um crime que se enquadra como invasão à dispositivo móvel, falsidade ideológica e furto eletrônico de dados, a penalidade varia entre cinco a oito anos de prisão, caso não haja nenhum agravante.

A orientação é que caso a pessoa identifique que foi vítima desse crime, deve entrar em contato imediatamente com a operadora telefônica, para cancelar o chip e tentar resgatar esses dados.

Além disso, o delegado Rafael Montenegro diz que as pessoas devem evitar salvar informações pessoais no chip, para que não sejam alvos desse golpe, e destaca a importância de armazená-los em algum dispositivo de segurança.

As vítimas também podem procurar à unidade especializada, no bairro Dom Pedro, zona centro-oeste, para registrar o Boletim de Ocorrência (BO), e assim as investigações serão iniciadas.

Reportagem: Guilherme Guedes
Foto: Reprodução/Internet