PF nega que corpos tenham sido encontrados durante buscas por Bruno Pereira e Dom Phillips

PF nega que corpos tenham sido encontrados durante buscas por Bruno Pereira e Dom Phillips

A Polícia Federal, que coordena o Comitê de Crise responsável pelas operações no Vale do Javari, nega que corpos tenham sido encontrados na área de buscas pelo indigenista Bruno Pereira e pelo jornalista inglês Dom Phillips. A PF divulgou nota oficial na manhã desta segunda-feira (13).

(Foto: Reprodução)

A Univaja, União dos Povos Indígenas do Vale do Javari, também negou que corpos tenham sido encontrados durante as operações.

As manifestações foram motivadas por publicações na imprensa de que os corpos de Bruno e Dom teriam sido encontrados. Uma delas do jornal inglês The Guardian, com o qual Dom Phillips colaborava.

Segundo a reportagem, a embaixada brasileira no Reino Unido entrou em contato com a família de Dom na Inglaterra informando que os corpos foram localizados. O cunhado do jornalista, Paul Sherwood, teria recebido a informação.

As equipes estão em campo pelo 9º dia de buscas. Nesse domingo (12), uma embarcação e pertences do jornalista Dom Phillips e do indigenista Bruno Pereira foram encontrados.

Segundo a PF, a lancha pode ser de propriedade de Amarildo da Costa Oliveira, que é o principal suspeito pelos desaparecimentos e teve prisão temporária decretada.

Os objetos são um cartão de saúde de Bruno Pereira, calça, chinelo e um par de botas. Entre os objetos de Dom Phillips estão uma mochila com roupas e uma bota.

O comitê de crise informa ter percorrido 25 km nesse domingo, com buscas na selva, em trilhas existentes na região, áreas de igapós e furos do Rio Itaquaí.

A PF continua na área com o apoio de cerca de 250 profissionais do Exército, da Força Nacional e indígenas que auxiliam nas buscas. Bruno e Phillips desapareceram no dia 5 de junho, região do Vale do Javari, zona oeste do Amazonas.

Da redação