O drama das famílias de detentos mortos nas unidades prisionais de Manaus

Os familiares dos detentos mortos durante as ocorrências registradas nas unidades prisionais de Manaus vivem o drama da espera pela identificação e liberação dos corpos das vítimas.

Mesmo com a força-tarefa montada entre peritos e servidores do Instituto Médico Legal com reforço também de médicos legistas e odontolegistas voluntários, os trabalhos devem durar pelo menos, uma semana.

Os corpos das vítimas vão ficar em uma câmara frigorífica cedida pela Secretaria de Segurança Pública. As famílias estão recebendo apoio psicossocial de uma equipe multidisciplinar que dá orientações a respeito dos trâmites para identificação e liberação dos corpos. Ouça o boletim na íntegra:

Reportagem: Cassandra Castro

Foto: Divulgação

compartilhe

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on print
Share on email