MPF investiga denúncias de irregularidades em sorteio de moradias populares em Manaus

MPF investiga denúncias de irregularidades em sorteio de moradias populares em Manaus

MPF investiga denúncias de irregularidades em sorteio de moradias populares em Manaus
MPF investiga denúncias de irregularidades em sorteio de moradias populares em Manaus

O Ministério Público Federal confirma que abriu investigação para apurar denúncias de irregularidades no sorteio de contemplados com apartamentos do Residencial Manauara 2. O MPF afirma que está em fase inicial de apuração quanto à suspeita de que servidores da Prefeitura de Manaus, com salários fora da faixa permitida para concorrer à unidades, tenham sido sorteados para receber apartamentos.

O residencial Manauara 2 é um complexo de moradia para famílias de baixa renda. Ele foi inaugurado nessa semana, no bairro Santa Etelvina, na Zona norte de Manaus, com a presença do Presidente Jair Bolsonaro.

Questionada, a Prefeitura de Manaus informou, por meio de nota oficial, que o prefeito David Almeida determinou a exoneração dos servidores comissionados contemplados com apartamentos do Residencial Manauara 2.

A nota diz ainda que o Instituto Municipal de Planejamento Urbano, o Implurb, oficiou nesta sexta-feira (20), a Caixa Econômica Federal para que sejam reavaliadas as contemplações, realizadas em sorteio.

O Implurb ressalta que instaurou processo administrativo para apurar inconsistências e irregularidades nas auto declarações no preenchimento do cadastro.