Manaus prevê cheia do Rio Negro mais severa que em 2021 e adianta obras

Manaus prevê cheia do Rio Negro mais severa que em 2021 e adianta obras

A cheia do Rio Negro em Manaus, neste ano, pode ser a maior da história, ultrapassando até a cota de 2021, quando o nível da água chegou a 30,2 metros. Segundo previsão da Prefeitura da capital, que já adianta obras para amenizar os impactos.

A marca registrada nesta quinta (6) já supera a do ano anterior. (Foto: Ruan Souza / Semcom)

Nesta quinta-feira (6), a cota está em 24,16 metros, mais de dois metros acima do que no mesmo dia do ano passado (21,89 metros). Os dados são do Porto de Manaus.

Para amenizar os possíveis transtornos no centro histórico, são realizados pelo poder municipal serviços como desobstrução das redes de drenagem e das galerias de águas pluviais.

As equipes da prefeitura devem se adiantar na construção de pontes de madeira, a exemplo do que foi feito no ano passado, para facilitar o acesso das pessoas que moram nos locais onde há probabilidade de alagamento.

Os trabalhos começaram nessa quarta-feira, na rua Barão de São Domingos, no entorno da feira Manaus Moderna, e se estenderão às demais ruas da área central.

Da redação