Reportagem: Eros de Sousa

O glaucoma é uma doença silenciosa que afeta a visão e danifica o chamado nervo optico, criando pressão e destruindo o nervo. O problema pode levar à cegueira e às vezes o paciente não sente que é um possível caso.

Segundo a Sociedade Brasileira do Glaucoma (SBG) a doença afeta cerca de 2 milhões de pessoas com mais de 40 anos no Brasil.

O diagnóstico é realizado a partir da medição da pressão no nervo e quanto mais cedo for descoberto mais chances o paciente tem de evitar a cegueira.

O oftalmologista Swammy Miioso explicou que pelo glaucoma ter característica silenciosa, é importante que as pessoas façam exames de vista de forma preventiva e regular. (Ouça)

O oftalmologista também explicou que existem alguns fatores de risco que podem deixar o paciente mais suscetível aos glaucomas. (Ouça)
O tratamento é feito com colírios, medicações e em casos mais graves cirurgias.

Apesar disso, nem todo paciente tem sucesso com o tratamento com colírios e medicações, e nesse sentido que um novo implante, chamado de XEN, chega ao Brasil no dia 23 de maio.

Esse sistema é menos invasivo que as cirurgias tradicionais, tendo o tamanho de um cílio. Ele reduz a pressão intraocular e cria um canal permanente e flexível, que ajuda a drenar o fluido da parte anterior do olho.

A doutora Heloísa Russ, oftalmologista e cirurgiã ocular, explicou que o novo implante possibilitará que o glaucoma seja tratado com mais antecedência e segurança.  (Ouça)
A Sociedade Brasileira do Glaucoma (SBG) alerta que 70% das as pessoas que têm glaucoma, não sabem que estão com a doença.

Por isso é importante, que pessoas com histórico familiar de casos, diabéticos, hipertensos, pessoas com miopia e usuários de remédios à base de corticoides façam exames de vista regularmente.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *