Mais de 2 mil casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave são registrados no Amazonas entre 1º de janeiro e 15 de junho, segundo a Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-RCP).

Foram registrados 364 casos nas últimas três semanas, no estado. Até o dia 15 deste mês, foram registrados 18 óbitos por vírus respiratórios.

A faixa etária mais atingida são crianças: (53%) menores de 1 ano; (18%) 1 a 4 anos, mas há também ocorrência de (14,5%) em pessoas com mais de 60 anos de idade.

Para prevenir as Síndromes Respiratórias, o recomendado é o uso de máscaras de proteção respiratória, manter as mãos higienizadas, etiqueta respiratória e a vacinação contra covid-19 e influenza.

Da redação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *