Laboratório da Fiocruz no AM será primeiro do país a usar novo método para detectar novas variantes de Covid-19

O Laboratório Central de Saúde Pública do Amazonas (Lacen-AM) será o primeiro do país a usar o novo método que detecta com mais rapidez as variantes da covid-19.

A informação foi anunciada pelo pesquisador e vice-diretor de Pesquisa e Inovação da Fiocruz Amazônia, Felipe Naveca.

Os próximos estados a adotarem a nova ferramenta serão os laboratórios de Rondônia Roraima, Mato Grosso do Sul, Ceará e Rio de Janeiro.

O pesquisador pioneiro na criação do método, destaca a importância de uma maior vigilância genética das novas variantes no Brasil, e a nova ferramenta vai contribuir para o acompanhar as linhagens que circulam nas cidades.

Os resultados do ensaio foram obtidos com base na testagem das 87 amostras, confirmados por sequenciamento.

Além disso, as linhagens foram também revisadas manualmente.

Da redação
Foto: Reprodução/Fiocruz

compartilhe

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on print
Share on email