IMMU esclarece que câmeras instaladas em Manaus não são de radares de velocidade

IMMU esclarece que câmeras instaladas em Manaus não são de radares de velocidade

IMMU esclarece que câmeras instaladas em Manaus não são de radares de velocidade
IMMU esclarece que câmeras instaladas em Manaus não são de radares de velocidade

A prefeitura informou que realiza por meio do Centro de Cooperação da Cidade (CCC), com as 41 câmeras instaladas em pontos estratégicos da capital, o monitoramento dos serviços e demandas do município.

O IMMU ressalta que as câmeras instaladas não possuem o objetivo de multar ou autuar condutores e pedestres, mas monitorar os locais definidos, para que a prefeitura possa agir de maneira mais rápida e ordenada em diversas situações que possam ocorrer.

O Município informa, ainda, que as autuações de trânsito são de responsabilidade dos agentes de trânsito que atuam nas vias da cidade.

Câmeras

As câmeras de monitoramento são de alta definição, capazes fazer reconhecimento facial e leitura de placas de veículos.

As primeiras 41 câmeras foram compradas com recurso federal, por meio do Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento (Finisa), após licitação onde a empresa vencedora foi a Motorola Solution LTDA, que ficou responsável também pela instalação e manutenção por um ano. O custo total é de R$ 2.994.820,00.

A escolha dos locais de instalação foi feita pelo grupo de Cooperação e Trabalho, composto pela Subsecretaria de Tecnologia, IMMU e Casa Militar.

Radares

O prefeito de Manaus, David Almeida, afirmou em agosto (31), que havia autorizado a contratação do projeto base de instalação de radares de velocidade, para voltarem a funcionar ainda este ano.

A capital está sem radares desde 2015, quando houve a quebra de contrato com a empresa até então responsável pelo serviço na cidade.

Segundo o prefeito, os radares serão reinstalados após uma série de acidentes que ocorreram nos últimos dias:

O prefeito também anunciou outras melhorias para a mobilidade urbana de Manaus, como a operação do Terminal de Integração 6 (T6), além de 100 novos ônibus com ar-condicionado.

Da redação
Foto: Reprodução

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email