Governador Wilson Lima entrega carteiras da primeira turma do projeto CNH Social

Governador Wilson Lima entrega carteiras da primeira turma do projeto CNH Social

O governador Wilson Lima entregou, nesta quinta-feira (30/12), as primeiras carteiras de habilitação do projeto CNH Social. São 25 contemplados que iniciaram as aulas do curso de formação e de atualização no dia 2 de dezembro. Ao todo, 1.000 pessoas fazem parte da primeira lista de selecionados do projeto.

Ao todo, 25 participantes já concluíram todas as etapas e estão capacitados para receber o documento. (Foto: Diego Peres/Secom)

O projeto do Governo do Amazonas é coordenado pelo Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM). Do total selecionado, 479 pessoas compareceram ao Detran-AM para iniciar o processo de primeira habilitação e 165 para o processo de adição ou troca de categoria. Até o momento, 25 concluíram toda as etapas e já estão aptas a receber o documento.

Durante a entrega o governador afirmou ainda que esse é um programa que oportuniza a transformação e possibilidade de ampliação na renda do contemplado, já que a CNH garante meios também de trabalho.

O projeto CNH Social faz parte do programa Detran Cidadão, lançado em novembro deste ano. Este é considerado o maior programa de inclusão social no trânsito já implantado no Amazonas. Mais de 254 mil pessoas já se inscreveram no CNH Social em todo o estado. Esse número deve aumentar até o encerramento das inscrições, nesta sexta-feira (31/12).

Aprovado em Lei pela Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), o projeto CNH Social prevê 20 mil vagas anuais para a formação O projeto arca com os custos de todo o processo de formação dos novos condutores e também dos motoristas que desejam mudar ou incluir nova categoria na CNH. O beneficiado chega a ter uma economia de R$ 1.000 a R$ 1.600.

Em janeiro, o Detran Amazonas vai realizar um novo chamamento para mais 2 mil pessoas. Dessa vez, a seleção irá contemplar 1,5 mil pessoas do interior do estado e 500 da capital. Os municípios contemplados serão anunciados na data de divulgação da nova lista.

Nesse mesmo período, também serão chamadas as 356 pessoas da primeira lista que não compareceram ao órgão. Caso não atendam a nova convocação, elas serão excluídas da seleção.

Da redação