Siga nossas redes sociais

Garimpo devasta quatro campos de futebol por dia em territórios indígenas em 2023

por Clara Toledo Serafini

Militar vazava informações sobre operações a criminosos ligados ao garimpo, afirma PF

O garimpo devastou uma área equivalente a quatro campos de futebol por dia nos territórios Yanomami, Kayapó e Munduruku, em 2023.

Segundo um levantamento do Greenpeace Brasil, a atividade destruiu uma área de 1.409 hectares no ano passado nessas terras indígenas, localizadas no Amazonas, Roraima e Pará.

Os três territórios concentram mais de 26,4 mil hectares do garimpo ilegal.

A situação é pior na Terra Indígena Kayapó, no Pará, onde o garimpo devastou novas áreas somando 1.019 hectares no ano passado.

No acumulado até dezembro de 2023, o território tem mais de 15,4 mil hectares de garimpo.

A Amazônia concentra quase a totalidade do garimpo em todo o Brasil (92%; dados MapBiomas até 2022), sendo que as terras indígenas Kayapó, Munduruku e Yanomami (nesta ordem) são os territórios indígenas com a maior concentração de garimpos no país.

Da redação.

Curta e compartilhe!

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

Assine nossa newsletter

Receba uma seleção de notícias feitas pelos nosso editores. De segunda a sexta-feira, sempre bem cedinho!

Últimas Notícias

plugins premium WordPress