Siga nossas redes sociais

Fenômenos climáticos graves podem causar extinção de espécies, diz pesquisador do INPA

por carlao

Reportagem: Eros Sousa. 

O agravamento dos efeitos de fenômenos climáticos pode fazer peixes amazônicos desaparecerem para sempre.

O alerta é do pesquisador do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA), Adalberto Val, que estuda como as mudanças do clima afetam a população e a vida dos animais aquáticos da Amazônia.

Adalberto Val explica que fenômenos extremos, como a seca do ano passado, podem causar a extinção de espécies em um futuro próximo.(Ouça)

Uma pesquisa realizada pela World Weather Attribution, uma ONG que estuda os fenômenos climáticos, mostra que além da ação do El Niño, a seca na Amazônia teve maior influência nas mudanças do clima.

O pesquisador diz também que as condições climáticas encontradas hoje já são suficientes para afetar a vida e a população de peixes amazônicos.(Ouça)

O professor do Departamento de Geociências da Ufam, Naziano Filizola, explica que os fenômenos como a seca, que deviam se apresentar em determinado tempo, estão se tornando mais comuns e mais graves.(Ouça)

O estudo da World Weather Attribution mostrou ainda que os mais afetados pela seca são os ribeirinhos, indígenas e as populações mais pobres.

Em 2023, o estado do Amazonas enfrentou a pior seca da história, com o Rio negro atingindo 12,70 metros.

Já no ano de 2021, o estado registrou a maior cheia dos últimos 100 anos, quando o Rio ultrapassou pela primeira vez os 30 metros.

Curta e compartilhe!

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

Assine nossa newsletter

Receba uma seleção de notícias feitas pelos nosso editores. De segunda a sexta-feira, sempre bem cedinho!

Últimas Notícias

plugins premium WordPress