Eventos com até cinco mil pessoas passam a ser permitidos a partir de novembro no AM

Eventos com até cinco mil pessoas passam a ser permitidos a partir de novembro no AM

O Amazonas entra na fase amarela, com baixo risco de transmissão da Covid-19, após avaliação dos dados relacionados à pandemia no estado. Uma reunião do Comitê Intersetorial de Enfrentamento da Covid-19 definiu que a partir desses resultados uma nova flexibilização passa a ser permitida em novembro, que é a realização de eventos com até cinco mil pessoas.

Eventos com até cinco mil pessoas passam a ser permitidos a partir de novembro no AM

A medida leva em consideração a baixa transmissibilidade do vírus, além da variação de mortes, de novos casos da doença e taxa de diagnósticos positivos para Covid-19.

Recentemente, o evento teste realizado na Arena da Amazônia, no dia 24 de setembro com quase três pessoas teve resultado positivo não tendo nenhum caso confirmado entre o público que esteve presente após 14 dias de monitoramento.

A diretora-presidente da Fundação de Vigilância em Saúde, Tatyana Amorim, afirma que além do cumprimento dos protocolos de prevenção à doença, o passaporte da vacina foi importante para alcançar o objetivo. Segundo a diretora, ter mantido a segurança, adotando as medidas de prevenção, juntamente com o “passaporte ” foram os responsáveis pelo sucesso do evento.

Apesar disso, o secretário de Saúde do estado, Anoar Samad, afirma que a pasta segue em vigilância e pode recuar, caso precise. (ouça)

Atualmente, o Amazonas registra 18% de ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) exclusivas para Covid-19.

Um total de 48,9% da população vacinável no estado está com o esquema completo de imunização – duas doses ou dose única. De acordo com a Fundação de Vigilância em Saúde, o Amazonas tem a 5ª menor taxa de transmissão do país.

Reportagem: João Felipe Serrão
Foto: Reprodução/Secom

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email