Siga nossas redes sociais

Escritora e jornalista amazonense lança obra em braile

por carlao

Reportagem: Victor Litaiff.

Pensando em inclusão, a socióloga e jornalista amazonense Rebeca Beatriz, autora da obra “Devaneio: Amores vividos, histórias inventadas”, adaptou a obra para linguagem em braile.

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, o IBGE, aponta que há no Brasil mais de 6,5 milhões de pessoas com deficiência visual, sendo QUINHENTOS mil cegos e cerca de 6 milhões com baixa visão.

Segundo a União Mundial de Cegos, apenas 5% dos livros em todo o mundo são transcritos para o Braile. Em países mais pobres, esse percentual cai para 1%.

Rebeca Beatriz conta que uma das inspirações veio do próprio pai, que ensinava música a pessoas com deficiência.(Ouça)

O livro estará no acervo da Biblioteca Braille do Amazonas (terceiro maior do Brasil), além de estar em escolas e bibliotecas públicas de Manaus, de forma gratuita.

Ela também nos conta um pouco mais da sua obra “Devaneio”.(Ouça)

O gerente da Biblioteca Braile, instalada no Bloco C do Sambódromo, Gilson Mauro, fala das dificuldades da produção desse tipo de obra.(Ouça)

O Sistema Braile foi criado pelo francês Louis Braille, em 1925, o sistema é baseado em pontos com relevo em papéis, que são aprendidos por meio do contato com a ponta dos dedos.

Sendo o principal sistema de educação para pessoas com deficiência visual.

Curta e compartilhe!

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

Assine nossa newsletter

Receba uma seleção de notícias feitas pelos nosso editores. De segunda a sexta-feira, sempre bem cedinho!

Últimas Notícias

plugins premium WordPress