Siga nossas redes sociais

Enfermeiros protestam e pedem apoio de parlamentares na ALEAM por defesa do piso da categoria

Reportagem: Tawanne Costa

Entidades representativas da área da enfermagem no Amazonas fazem manifestação na Assembleia Legislativa do Estado para pedir apoio na defesa do piso salarial da categoria.

Os trabalhadores estiveram na Casa Legislativa nessa terça-feira, 14, com faixas pedindo “respeito”.

O Piso Salarial já foi estabelecido por lei e sancionado pela Presidência da República. Mas, no mês que seria aplicado ao salário da Enfermagem, o piso foi suspenso pelo Supremo Tribunal Federal, que cobrou apresentação de fontes de custeio.

Caso a medida não seja solucionada, a categoria deve paralisar as atividades. A afirmação é da presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Estabelecimento de Serviço de Saúde do Estado do Amazonas – Sindipriv, Graciete Mouzinho. (Ouça)

Durante a sessão, o deputado Wilker Barreto (Cidadania) cedeu o tempo de fala às entidades representativas. O político se posicionou em defesa da categoria pedindo que medidas sejam tomadas pelo executivo estadual. (Ouça)

Mais de 58 mil profissionais que atuam na enfermagem amazonense, aguardam pelo pagamento do piso salarial desde agosto de 2022.

É o caso de Beatriz Costa, que atua na área há 4 anos. (Ouça)

Além do piso, a categoria também reivindicou solução para atraso salarial. (Ouça)

Já existem projetos que norteiam o custeio para o Piso Salarial da categoria, no entanto, devem ser validados por meio de Medida Provisória (MP).

Atualmente, existe um Grupo de Trabalho que já redigiu o texto para a MP que vai destravar o pagamento do piso. O documento foi entregue na semana passada ao Ministério Público do Trabalho.

Curta e compartilhe!

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

Assine nossa newsletter

Receba uma seleção de notícias feitas pelos nosso editores. De segunda a sexta-feira, sempre bem cedinho!

Últimas Notícias

plugins premium WordPress