Desempenho do setor de serviços sofre queda no Amazonas

Desempenho do setor de serviços sofre queda no Amazonas

Reportagem: Tawanne Costa

O setor de serviços recua no mês de abril, no Amazonas. Apesar da queda, o setor avançou 9,8%, frente ao mesmo mês do ano passado quando o comércio estava fechado devido à pandemia.

A queda no volume de serviços veio após altas nos meses anteriores: 1,1%, em março, 2,4%, em fevereiro, e 4,9%, em janeiro.

(Foto: Sérgio Moraes/Reuters)

O resultado se atribui a instabilidade econômica. A afirmação é do responsável pela pesquisa Adjalma Jacques. (Ouça)

O recuo de 1,1%, no volume de serviços, em abril, no Amazonas, posicionou o setor do Estado numa classificação intermediária (17º) entre as demais unidades da federação.

A atual situação da economia é apontada pelo presidente do Sindicato do Comércio Varejista do Amazonas, Teófilo Neto, como um dos motivos da queda nos dados. (Ouça)

Na comparação com as demais federações, o Amazonas ficou na 17º posição.

Os melhores desempenhos foram observados no Rio Grande do Norte (7,9%), Amapá (4,6%) e Espírito Santo.