Covid-19 | Vacinação para pessoas acima de 50 anos segue indefinida

A vacinação das pessoas acima de 50 anos contra a Covid-19, que estava prevista para começar na próxima segunda-feira (22), segue indefinida em Manaus.

A prefeitura e o governo do Amazonas ainda esperam uma posição sobre o envio das doses por parte do Ministério da Saúde.

As autoridades de Manaus informaram que, até a noite desta sexta-feira (19), o município não recebeu novas remessas de vacinas que tornassem possível ampliar a população-alvo da campanha.

A nota diz ainda que não será possível dar início à vacinação das pessoas de 50 a 69 anos, mantendo o atendimento dos grupos prioritários da primeira etapa da campanha de imunização.

Durante agenda na capital do Amazonas na semana passada, o ministro da pasta, Eduardo Pazuello, prometeu que vacinação iria começar dia 22 de fevereiro. A informação também foi confirmada pela assessoria de comunicação do Ministério da Saúde no último dia 15.

A meta seria vacinar, em 10 dias, todas as pessoas de 50 anos ou mais na região metropolitana de Manaus. Somente Manaus iria vacinar 267 mil pessoas.

O ministro anunciou que a aceleração seria possível porque até o dia 22 de fevereiro o Ministério da Saúde iria receber dois lotes dos dois laboratórios que já estão produzindo vacinas, o Butantan (Coronavac/Sinovac) e a Fundação Osvaldo Cruz (AstraZêneca/Oxford).

Manaus vive os efeitos da segunda onda da Covid-19 e ainda regista hospitais lotados, apesar leve da queda do número de mortes e sepultamentos na última semana.

Cientistas ouvidos pela BandNews Difusora FM Manaus afirmam que a vacinação em massa da população pode evitar uma terceira onda da doença.

O Ministério da Saúde ainda não se manifestou sobre o atraso no cronograma.

compartilhe

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on print
Share on email