Covid-19 | MPF recomenda a inclusão de todos os indígenas do AM em grupo prioritário de vacinação

O Ministério Público Federal (MPF) recomenda aos órgãos da esfera federal, estadual e municipal do Amazonas que todos os indígenas do Amazonas sejam inseridos no grupo prioritário de vacinação contra Covid-19.

A ação inclui os que vivem em contexto urbano ou em áreas não regularizadas. O pedido deve ser atendido no prazo de cinco dias.

O documento, enviado ao Ministério da Saúde, à Secretaria de Vigilância em Saúde, ao Estado do Amazonas, à Fundação de Vigilância em Saúde e aos Municípios do Amazonas, prevê a destinação de dose em quantidades adequada para atender ao público mencionado.

Estimativas da Coordenação dos Povos Indígenas de Manaus e Entorno (Copime) e da Coordenação das Organizações Indígenas da Amazônia Brasileira (Coiab) apontam a existência de ao menos 20 mil indígenas vivendo na cidade de Manaus, grande parte deles nascidos em terras indígenas.

A recomendação do MPF destaca também o estudo da Universidade de Pelotas (RS) que indica que a incidência do coronavírus em indígenas na cidade é cinco vezes maior que entre os não-indígenas, devido a vários fatores, como a alta densidade de pessoas vivendo em um mesmo ambiente, pobreza e dificuldades de acesso à saúde.

Estudos da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e mesmo de outros países chegaram a conclusão semelhante quanto à maior incidência da Covid-19 em indígenas do que em não-indígenas, seja em relação às contaminações ou às mortes.

Da redação com informações da assessoria
Foto: Divulgação/Secom

compartilhe

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on print
Share on email