Siga nossas redes sociais

Corregedoria Nacional do MP abre apuração sobre caso do promotor que comparou advogada a cadela

A Corregedoria Nacional do Ministério Público instaurou nessa quinta-feira (14) Reclamação Disciplinar contra o promotor Walber Luis da Silva Nascimento, acusado de ofensas contra uma advogada em Manaus. Ele comparou a advogada Catharina Estrella a uma cadela durante julgamento no Tribunal de Justiça do estado.

A Corregedoria Nacional afirma que o fato caracteriza, em tese, a prática de conduta misógina e possível infração disciplinar decorrente de descumprimento de dever funcional e que tomou conhecimento do caso por meio de matérias jornalísticas.

O corregedor nacional do Ministério Público, conselheiro Oswaldo D’Albuquerque, determinou a instauração de Reclamação Disciplinar para apurar a conduta do membro do Ministério Público do Amazonas, que terá dez dias para prestar informações.

O MP no Amazonas já havia informado processo para apurar o caso.

O caso

Durante sessão do Tribunal do Júri realizada na quarta-feira, 13, o promotor de Justiça do MP amazonense teria proferido ofensas a uma advogada, ao compará-la a uma cadela,

Em vídeos que circulam nas redes sociais, o promotor está com a palavra e em determinado momento chega fazer uma comparação entre a cadela e a advogada Catharina Souza Cruz.

 

 

A OAB do Amazonas também repudiou a fala do promotor. Já a Associação Amazonense do Ministério Público disse, em nota, prestar apoio irrestrito ao promotor de justiça por entender que ele não cometeu ato ofensivo.

Curta e compartilhe!

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

Assine nossa newsletter

Receba uma seleção de notícias feitas pelos nosso editores. De segunda a sexta-feira, sempre bem cedinho!

Últimas Notícias

plugins premium WordPress