Siga nossas redes sociais

Conselho pede afastamento do presidente do Garantido, Antônio Andrade

por Clara Toledo Serafini

O Conselho Fiscal do Boi Garantido pede o afastamento do presidente do bumbá, Antônio Andrade, da vice-presidente, Ida Silva, e de diretores. O pedido foi protocolado no Conselho de Ética da associação e informado ao Ministério Público do Estado (MPAM).

A medida ocorre após Andrade alegar o Garantido ficaria de fora do Festival Folclórico de Parintins por causa de dificuldades financeiras.

Em nota, o conselho informou que o atual presidente não tem condições de comandar a agremiação e que o bumbá vem passando por uma série de problemas sob o comando de Andrade, além de frequentes infrações ao estatuto do Boi Garantido.

A nota diz ainda que, no ofício enviado ao Governo do Amazonas nesta semana, Antônio Andrade faz clara chantagem contra apoiadores da festa, principalmente ao Governo e apoiadores da iniciativa privada, gesto que coloca o Festival de Parintins sob ameaça.

O ofício citado na nota foi enviado na última segunda-feira (19) à Secretaria de Cultura do Estado, nele, o presidente do Garantido afirmou que a apresentação do bumbá estaria ameaçada na edição deste ano por problemas financeiros.

O documento descreve que, por falta de dinheiro, o Garantido teria que escolher entre se apresentar no Festival Folclórico de Parintins ou pagar os trabalhadores responsáveis pela construção do boi este ano.

 

Da redação

Curta e compartilhe!

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

Assine nossa newsletter

Receba uma seleção de notícias feitas pelos nosso editores. De segunda a sexta-feira, sempre bem cedinho!

Últimas Notícias

plugins premium WordPress