Siga nossas redes sociais

Com novo impasse, sindicatos de rodoviários e empresas de ônibus em Manaus negociam há três meses

por Clara Toledo Serafini

 

Reportagem: Eros de Sousa

Os trabalhadores rodoviários de Manaus exigem reajuste salarial de 12%, mas negociações ainda não chegaram a um acordo com o Sindicato das Empresas do Transporte Coletivo de Manaus (Sinetram).

Segundo o sindicato da categoria, já são 3 meses de diálogo com empresas.

O presidente do sindicato, Givancir Olievira, afirmou que mesmo com o desacordo, eles ainda estão abertos a conseguir um acordo. (Ouça)

O sindicato dos rodoviários afirma que 10 mil trabalhadores estão envolvidos na negociação e que houve rejauste em 2022, mas em 2020 e 2021 não, o que afetou a correção salarial.

O Assessor jurídico do Sindicato das Empresas do Transporte Coletivo de Manaus (Sinetram), Fernando Borges, relatou que as negociações continuam e que o sindicato está empenhado em conseguir um acordo o mais rápido possível. (Ouça)

Em nota, o Sinetram afirma que o acréscimo de novos custos ao valor dos serviços prestados tem que ser dividido também com os usuários que utilizam o serviço todos os dias e que o reajuste na tarifa, hoje R$3,80, pode ser realizado.

Curta e compartilhe!

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

Assine nossa newsletter

Receba uma seleção de notícias feitas pelos nosso editores. De segunda a sexta-feira, sempre bem cedinho!

Últimas Notícias

plugins premium WordPress