Chefes de facções são transferidos para outros presídios

Nove detentos identificados como líderes dos assassinatos ocorridos no sistema penitenciário do Amazonas, são transferidos para presídios de segurança máxima nesta terça-feira (29).

Eles são acusados de serem “mandantes” dos homicídios que aconteceram no último domingo e segunda-feira (26 e 27). A informação é do governador do Estado, Wilson Lima (PSC).

Sobre o motivo das mortes, o governador disse que houve um “racha” entre membros de uma facção em Manaus.

Ao todo, cinquenta e cinco detentos foram mortos com ataques de armas artesanais e enforcamento. Ouça o boletim na íntegra:

Reportagem: Maurício Max

Foto: Divulgação

compartilhe

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on print
Share on email