Siga nossas redes sociais

Bebê de grávida assassinada em Manaus foi retirado com faca e jogado no rio, afirma polícia

por Clara Toledo Serafini

Gil Romero confirmou, em depoimento, que usou uma faca para retirar o bebê do ventre da jovem Débora da Silva Alves, de 18 anos, e atirou no rio.

A informação foi divulgada na tarde desta quinta-feira (10) pela Polícia Civil que divulgou os resultados da 3ª fase da Operação Hela, que apura o caso.

A jovem Débora, que estava grávida de 8 meses, foi morta na última quinta-feira (3) em Manaus. Ela foi torturada, teve o corpo queimado e mutilado. As investigações apontam que Gil Romero não queria assumir a paternidade da criança.

A esposa do assassino confesso, Ana Júlia Azevedo Ribeiro, que era procurada, se apresentou à polícia nesta manhã, acompanhada de um advogado. O titular da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros, Ricardo Cunha, afirma que não há indícios de participação dela no crime.

Gil Romero e José Nilson, conhecido como “Nego”, estão presos e o envolvimento de uma terceira pessoa, identificada como “Noia”, é investigada.

A prisão e o crime

Gil Romero foi preso nessa quarta-feira (9) em Curuá, comunidade do município de Alenquer, no Pará, após operações das polícias do Amazonas e do Pará.

Segundo a polícia, após acareação realizada nesta quinta-feira, Gil Romero e o comparsa José Nilson, o “Nego”, relataram que Débora foi atraída até uma usina em Manaus onde Romero costumava cometer furtos para tratar da paternidade da criança que a vítima esperava.

Após uma discussão, os dois passaram a agredir a jovem até que a mataram asfixiada com uma corda. Depois eles atearam fogo no corpo da vítima, colocaram em um tonel e atiraram de um barranco.

Ainda em acareação, Gil Romero confirmou que depois de matar Débora, foi trabalhar, mas teve medo de ser identificado por meio de eventual teste de DNA feito no bebê e retornou ao local do crime. Foi quando ele retirou o feto do ventre da vítima, com uma faca, colocou em um saco junto a barras de ferro e atirou no rio.

Gil Romero e José Nilson estão presos e vão ficar à disposição da Justiça.

Da redação.

Curta e compartilhe!

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

Assine nossa newsletter

Receba uma seleção de notícias feitas pelos nosso editores. De segunda a sexta-feira, sempre bem cedinho!

Últimas Notícias

plugins premium WordPress