Baixa procura por vacinação no AM está ligada à desobrigação do uso de máscaras

Números diários da vacinação contra covid-19 caem 17% em um mês, apontam dados da FVS

(Foto: Divulgação/Antônio Pereira/Semcom)

Os números diários da vacinação contra a Covid-19 caem 17% no Amazonas entre os dias 23 de março e 23 de abril e isto está ligado a baixa procura da população pelo imunizante, de acordo com a Fundação de Vigilância em Saúde (FVS).

O levantamento produzido pela rádio Rio Mar corresponde aos 31 dias entre 20 de fevereiro e 23 de março e considera o período anterior e após a medida do Governo do Amazonas de desobrigar o uso de máscaras em espaços fechados.

Entre 20 de fevereiro e 23 de março, 301.193 pessoas se vacinaram. Nos 31 dias posteriores, entre 23 de março e 23 de abril, foram 250.172 doses aplicadas. Uma baixa de quase 17% na procura.

Na avaliação do epidemiologista da Fiocruz Amazônia, Jesem Orellana, a decisão do governo de desobrigar o uso de máscaras criou uma falta sensação de fim de pandemia, o que reflete no baixo número de vacinados. (Ouça)

De acordo com a FVS o estado se encontra na fase verde (baixo risco) para a Covid-19.

No entanto, a fundação alerta que é preciso seguir ampliando a cobertura vacinal com o objetivo de evitar que o coronavírus volte a alcançar taxas altas de transmissibilidade no estado.

Desde fevereiro, em conjunto com a Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (SES-AM) a FVS tem realizado visitas técnicas a municípios que apresentavam cobertura vacinal contra Covid-19 de até 50%.

As secretarias municipais de saúde apresentaram situações como problemas técnicos e operacionais, destacando a baixa conectividade à internet, o que impacta diretamente nos registros das doses aplicadas que devem ocorrer de forma online nos sites do Ministério da Saúde.