Siga nossas redes sociais

Audiência para ouvir acusados de matar Bruno e Dom é adiada

Defesa de envolvidos nas mortes de Bruno e Dom inclui Bolsonaro e Moro em lista de testemunhas a favor dos acusados

A Justiça Federal em Tabatinga adia a audiência na qual seriam ouvidos os envolvidos nas mortes do indigenista Bruno Pereira e do jornalista Dom Phillips, no Vale do Javari.

O adiamento atende um pedido da defesa que afirmou não conseguir conversar com os réus que estão em presídios federais, conforme explicou o advogado Lucas Sá.

 

A defesa solicitou que os presos sejam levados para locais que tenham melhor qualidade de internet.

A audiência dos réus deve acontecer no dia 8 de maio.

No caso de Amarildo da Costa Oliveira, que está em Catanduvas (Paraná), a defesa solicitou que ele seja levado para Cascavel.

Já Oseney e Jefferson da Silva Lima, que estão em Campo Grande (Rio Grande do Sul), a defesa solicitou que sejam levados para Porto Alegre.

Segundo a administração dos dois presídios, os problemas de internet que impediram as primeiras tentativas de ouvir os réus no processo já foram normalizadas.

Da redação.

Curta e compartilhe!

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

Assine nossa newsletter

Receba uma seleção de notícias feitas pelos nosso editores. De segunda a sexta-feira, sempre bem cedinho!

Últimas Notícias

plugins premium WordPress