Com investimentos que chegam R$ 1,8 bilhão, é inaugurada a primeira área produtora de gás na Bacia do Amazonas. A Unidade de Tratamento de Gás (UTG) Azulão fica localizada no município de Silves, no interior do Amazonas e é uma iniciativa da empresa Eneva.

AM tem primeira usina de gás natural, inaugurada no Campo de Azulão no município de Silves

O Projeto Integrado Azulão-Jaguatirica permite que o gás natural se transforme em energia para abastecer o consumo de energia elétrica do estado de Roraima, como afirma o diretor de Operações da Eneva, Lino Cançado.

Segundo ele, a meta é reduzir em 35% as emissões de dióxido de carbono com a substituição da matriz de geração local, atualmente baseada em diesel, por gás natural.

“O gás natural produzido aqui na bacia do Amazonas vai abastecer a Usina Termoelétrica Jaguatirica II e gerar até 140 megawatts (MW) de energia elétrica para Roraima. Capacidade suficiente para atender cerca de 50% de todo o estado de Roraima. Com a Jaguatirica II iremos reduzir a emissão de gases de efeito estufa, substituir combustíveis mais poluentes como o Diesel e gerando uma energia mais limpo segura e confiável”, afirmou.

Azulão possui atualmente uma reserva certificada (2P) de aproximadamente 6,3 bilhões de metros cúbicos de gás natural, dos quais 3,6 bilhões de metros cúbicos estão comprometidos com Jaguatirica.

Mais de 2000 empregos foram gerados durante o pico de obras do projeto e R$ 90 milhões foram destinados à contratação de fornecedores locais.

Reportagem: Tawanne Costa
Foto: Divulgação/Eneva

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *