Nova edição de “O Fantasma da Ópera” tem capa inspirada em cores do Teatro Amazonas

Considerada a obra máxima do escritor francês Gaston Leroux e um clássico do romance gótico mundial, “O Fantasma da Ópera” ganhará uma nova tradução e edição em breve pela editora amazonense Lendari.

O diferencial do projeto já começa na capa: desenvolvida pela designer Débora de Mello, a paleta de cores do trabalho é todo baseado na ambientação do salão de espetáculos do Teatro Amazonas, em Manaus, palco de grandes apresentações desde 1896, quando foi inaugurado.

O vermelho aveludado, que serve de imagem de fundo da capa, por exemplo, é referência ao estofamento dos assentos e ao tapete vermelho central da nave. Os tons dourados que colorem a máscara e outros adereços são baseados em adornos das pilastras e dos brasões que cercam o salão.

A nova edição será lançada apenas em 2021, mas a campanha de financiamento coletivo do projeto começará no início de novembro, por meio da plataforma Catarse, de forma que os internautas poderão apoiar em troca de recompensas.

A tradução da nova edição, feita a partir da versão original em francês, ficará a cargo da escritora Ana Cristina Rodrigues, que também é a responsável pelas novas traduções dos contos de Edgar Allan Poe, também da Lendari.

“O Fantasma da Ópera é um daqueles clássicos que permanecem vivos no imaginário do público, seja por meio de edições da obra original, por meio do conhecido musical e das centenas de obras derivadas”, explica o editor-chefe da Lendari, Mário Bentes.

Da redação com informações da assessoria.
Foto: Divulgação/Lendari

compartilhe

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on print
Share on email