Mineração em terras indígenas pode gerar impactos negativos na Amazônia, diz estudo

A atividade de mineração pode representar aumento de 20% no impacto aos territórios indígenas da Amazônia Brasileira.

Segundo o estudo da Universidade Federal de Minas Gerais, Universidade de São Paulo e de instituições internacionais, o prejuízo aos serviços ecossistêmicos deve alcançar os 5 bilhões de dolares.

A pesquisa destaca ainda que exploração de minérios poderá crescer de 700 mil quilômetros quadrados de floresta para até 860 mil quilômetros quadrados. Ouça:

Reportagem: Tawanne Costa
Foto: Reprodução/Instituto Minere

compartilhe

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on print
Share on email