PF-RO vai investigar a morte do indigenista atingido por flechada de indígenas isolados

A Polícia Federal de Rondônia vai investigar a morte do indigenista, Rieli Franciscato, de 56 anos, atingido no tórax por uma flecha disparada por indígenas isolados na última quarta-feira (9).

O crime é de responsabilidade da PF já que se trata da morte de um servidor no exercício da função.

Rieli era funcionário da Funai e uma das grandes referências nos trabalhos de proteção aos nativos isolados no Brasil.

O policial Paulo Ricardo Bressa que estava com o sertanista no momento do crime, relata que a intenção do grupo era fazer um monitoramento, à distância, para averiguar a migração dos indígenas. Ouça:

Reportagem: Cindy Lopes
Foto: Reprodução/Mário Vilela/Funai

compartilhe

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on print
Share on email