Venezuelanos são aliciados para atuar em facções criminosas de Roraima

Uma denúncia realizada pelo Ministério Público de Roraima revela a existência de uma rede integrada entre facções com atuação de mais de 740 venezuelanos.

A ação, é baseada nos depoimentos de 19 venezuelanos presos em julho, na operação Triumphus, da Polícia Federal com objetivo de desarticular grupo que atuava dentro e fora do sistema prisional de Roraima.

A situação não é nova no estado. Em 2016, investigações do Departamento de Narcóticos da Polícia Civil de Roraima apontam que quadrilhas usavam o Estado como rota de droga para países vizinhos, como Venezuela e Guiana, e o Amazonas para depósito. Ouça:

Reportagem: Ricardo Chaves
Foto: Divulgação/Ficco

compartilhe

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on print
Share on email