Manaus FC estreia hoje diante do Vila Nova (GO) pela série C do Brasileiro

O Manaus FC estreia na Série C do Campeonato Brasileiro neste sábado, às 18h (de Manaus), contra o Vila Nova-GO, na Arena da Amazônia, em Manaus. A partida será de portões fechados por conta da pandemia causada pelo coronavírus.

“Tudo que nós havíamos programado para fazer, a partir do dia 13 (de julho, data que o clube retornou aos treinos) nós conseguimos realizar com excelência. A gente sabe que não é o tempo ideal, no mínimo 45 dias seria o período ideal de uma pré-temporada, mas dentro do que a gente sabia, da nossa realidade, que seriam quatro semanas, o trabalho foi muito bem feito. A gente está na frente na questão de entrosamento, na parte tática inserida há muito tempo neste um ano e meio de trabalho, mas podemos ter alguma uma dificuldade na parte física, mas estou otimista e acho que vamos fazer um bom jogo”, avalia o técnico Welington Fajardo.

Apesar do cenário conturbado por conta da pandemia, o clube conseguiu manter o elenco e ainda fez contratações para a disputa do Brasileirão da Série C. O goleiro Bruno Saul, que foi vice-campeão brasileiro com o Gavião no ano passado, também foi repatriado. Apesar dos reforços, o esmeraldino teve três baixas para o jogo deste sábado: os volantes Derlan (suspenso), Panda (contundido) e Gilson (contundido).

“A única coisa que a gente não esperava neste momento era essa dificuldade com os volantes. Teve a questão da suspensão do Derlan, logo em seguida teve a contusão do Gilson e depois a contusão do Panda. São perdas no coração da equipe e agora a gente está estudando a melhor forma de montar o time e temos três opções: o Felipe Baiano, o Rafael Carrilho e o Ramon. Aquele setor ali é o coração do time. É onde comanda tanto o setor defensivo quanto o ofensivo, onde se dão as transições tanto ofensivas quanto defensivas e neste momento a gente tem que ter uma equipe bem equilibrada até para fazer uma grande partida”, disse Fajardo.

Fundado em 2013, o clube amazonense conseguiu o acesso histórico na segunda tentativa. A primeira edição que disputou, em 2018, foi eliminado nos pênaltis, em casa, diante do Imperatriz-MA.

Neste ano, e antes da paralisação do futebol devido a pandemia de coronavírus, o time chegou até a segunda fase da Copa do Brasil, sendo eliminado para o Brasil de Pelotas-RS, e foi campeão do primeiro turno do Campeonato Amazonense, único estadual do Brasil finalizado fora de campo, sem campeão ou rebaixados.

Manaus FC e Vila Nova (GO) e enfrentaram apenas uma vez na história, na primeira fase da Copa do Brasil do ano passado, também na capital amazonense, só que no estádio da Colina, e o jogo terminou 1 a 1. O adversário tinha a vantagem do empate e avançou à segunda fase.

Da redação com informações da assessoria.

Foto: Divulgação/Manaus FC

compartilhe

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on print
Share on email