Peixes mais consumidos no Amapá estão contaminados por mercúrio, metal utilizado no garimpo de ouro

Um estudo revela que os peixes mais consumidos no Amapá são também os mais contaminados por mercúrio.

Segundo a pesquisa, quase 30% deles excederam o limite aceitável sugerido pela Organização Mundial da Saúde para consumo humano.

Os peixes carnívoros mais consumidos, como o tucunaré e o pirapucu, são os mais afetados pelo metal, isso porque, como predadores, acumulam quantidades de mercúrio de outros peixes, ao longo da vida.

O estudo é feito por pesquisadores da Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca da Fiocruz em parceria com outros institutos. Ouça:

Reportagem: Cindy Lopes
Foto: Reprodução/IEPE

compartilhe

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on print
Share on email