Orgulho LGBT: Acolhimento familiar é essencial no processo de mudança de gênero

No dia do Orgulho LGBT, comemorado mundialmente neste domingo (28), o Ambulatório de Diversidade Sexual e Gênero da Secretaria e Estado de Saúde (Susam) ressalta a importância do envolvimento da família no processo transsexualizador. A unidade presta acompanhamento especializado e humanizado para cerca de 171 pessoas da comunidade LGBT na Policlínica Codajás, na zona centro-sul de Manaus. Além do suporte psicológico aos pacientes, familiares também recebem orientação profissional no ambulatório. 
 
O serviço oferece acompanhamento médico e multiprofissional personalizado com uma equipe de 15 profissionais, entre médicos, psicólogos, psiquiatra, endocrinologista, fonoaudiólogo, serviço social e enfermagem. 
 
O ambulatório recebe todos os dias, em média, 10 pacientes para o acompanhamento psicológico. Para as duas profissionais, Daniela Silva e Michelle Rodrigues, a participação da família é fundamental no processo de reconhecimento de gênero e fortalecimento da autoestima do paciente.
 
O paciente é atendido por uma psicóloga e, em seguida, atua a equipe médica, que faz uma análise clínica e pede exames para iniciar a hormonioterapia. Após a etapa da triagem, o acompanhamento médico é trimestral, segundo explicou a coordenadora. 
 

A Policlínica Codajás está localizada na avenida Codajás, 26, bairro Cachoeirinha, e funciona de segunda a sexta-feira, das 7h às 17h.

Da redação com informações da assessoria

Foto: Reprodução/Shutterstock

compartilhe

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on print
Share on email