Pesquisa aponta que a mortalidade de indígenas por Covid-19 na Amazônia é maior do que média nacional

O coronavírus pode ser mortal para os povos indígenas na Amazônia. A análise é resultado de estudo do impacto da Covid-19 nessa população feita pela Coordenação das Organizações Indígenas da Amazônia Brasileira, COIAB, e pelo Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia, IPAM.

Segundo o estudo, a taxa de mortalidade pelo coronavírus entre indígenas é 150% mais alta do que a média brasileira, e 20% mais alta do que a registrada somente na região Norte, a mais elevada entre as cinco regiões do país.

Igualmente preocupante é a taxa de letalidade, ou seja, quantas pessoas infectadas pela doença morreram: entre os indígenas, o índice é de quase 7%, enquanto a média para o Brasil é de 5% e, para a região Norte, de 4,5%. Ouça:

Reportagem: Gabrielle Moura
Foto: Reprodução/Agência Brasil

compartilhe

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on print
Share on email