Ribeirinhos pedem mais atenção aos serviços básicos de saúde em Manaus

Moradores de comunidades ribeirinhas da Zona Rural de Manaus sofrem com a falta de assistência de saúde básica.

Na área da Comunidade Bela Vista, no Rio Negro, as famílias estão sem acesso a UBS Fluvial, que realiza procedimentos odontológicos, exames de pré-natal e distribuição de medicamentos.

Em casos graves os pacientes precisam se deslocar até a capital amazonense. Manaus é o único município do Amazonas que possui leitos de UTI. Ouça o boletim na íntegra:

Em nota, a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), diz que tem atuado neste período de pandemia nas Calhas do rio Negro e rio Amazonas, com a carteira de serviços adaptada para evitar aglomerações e disseminação do novo coronavírus nas áreas ribeirinhas.

Neste período, a Semsa realiza a Campanha de Vacinação de Influenza, casa a casa, dispensação das medicações pelo período de 90 dias para os usuários dos programas Hiperdia, Plafam e Saúde Mental, além da entrega dos insumos do Programa Leite do Meu Filho para 60 dias.

Na próxima semana, as comunidades dessa região receberão uma carteira de atendimento mais ampliado, contudo seguindo as recomendações de segurança da Anvisa para não propagação e transmissão da Covid-19.

Reportagem: Tawanne Costa
Foto: Reprodução/Semcom

compartilhe

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on print
Share on email