População denuncia tratamento “desumano” em Hospitais de Manaus

Os casos como: falta de leitos, ausência de materiais e medicamentos e longo tempo de espera, são alguns dos problemas relatados por ouvintes da BandNews Difusora, sobre o Hospital 28 de agosto e Pronto Socorro João Lúcio em Manaus.

A Secretaria de Estado de Saúde diz que as unidades adotam protocolos de classificação de risco, ou seja, o paciente mais grave é atendido primeiro.

E que na urgência e emergência o tempo de espera depende do estado do paciente. Ouça o boletim na íntegra:

Reportagem: Allan Viana
Foto: Reprodução/SUSAM

compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on print
Share on email