Justiça concede prisão domiciliar a Alejandro Valeiko por “questões humanitárias”

A desembargadora Joana Meirelles decidiu liberar o enteado do prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto (PSDB), Alejandro Valeiko, da prisão temporária decretada contra ele.na quinta-feira, dia 3. A decisão saiu no plantão deste sábado, dia 5, num habeas corpus criminal apresentado pela defesa de Alejandro ao TJ-AM.

Veja a reportagem na íntegra no blog de política da jornalista Rosiene Carvalho.

Foto: reprodução/redes sociais

compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on print
Share on email