[Atualização] Defesa negocia entrega de Alejandro

Atualização – A defesa de Alejandro Molina Valeiko entra com um pedido de Habeas Corpus na noite deste sábado, no Tribunal de Justiça do Amazonas.

A informação foi confirmada pela assessoria do Tribunal. Conforme a corte, o pedido foi assinado pelo advogado Yuri Dantas.

A apreciação do pedido é analisada pela desembargadora plantonista Joana dos Santos Meireles. A decisão pode sair a qualquer momento.

Confira a defesa de Alejandro Valeiko

Por telefone, o advogado de defesa de Alejandro Valeiko, acusado de envolvimento na morte do engenheiro Flávio Rodrigues, diz que negocia com a polícia para que ele possa se entregar.

Segundo Marco Aurélio Choy, Alejandro não deve se entregar hoje (05), mas também não informou se ele se entregaria neste domingo.

Caso

Em uma nota divulgada no início da tarde de hoje, 05, a Polícia Civil solicitou que a população ajude a localizar Alejandro Valeiko que segue foragido.

O Titular da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) , Paulo Martins, afirmou que o caso do engenheiro Flávio Rodrigues dos Santos, encontrado morto na última segunda-feira (30), está “solucionado”, e que um dos suspeitos já confessou o crime, mas que deve ser esclarecido na próxima semana.

“Nós nos deparamos com o fim de semana e isso atrapalhou um pouco o nosso trabalho e alguns outros serão ouvidos ao longo da semana. Mas, vocês podem ter certeza, o caso já está solucionado, só estamos aguardando delinear quem realmente cometeu o crime, pra isso só devemos terminar de ouvir todo mundo para poder dizer quem foi, um já confessou o crime, agora precisamos conversar com os outros para esclarecer de fato se ele está falando a verdade”, disse.

De acordo com a polícia, Flávio participava de uma festa na casa de Alejandro Molina Valeiko, em um condomínio na Ponta Negra no último domingo.

No dia seguinte, Flávio foi encontrado morto com marca de seis facadas na costas, perna e barriga, em um terreno no bairro Tarumã, horas após reunião no domingo (29), com outros homens na casa.

Ao todo, foram expedidos seis mandados de prisão, entre os cinco que já foram presos, está um  policial militar,  Elizeu da Paz Souza.

De acordo a colunista de política da Bandnews Difusora FM, Rosiene Carvalho, a defesa dele, a advogada Catharina Estrella, negou que o policial tenha participação ou autoria no crime e que tudo será esclarecido.

O caso era conduzido pelo 19° Distrito Integrado de Polícia desde segunda-feira (30), mas agora é investigado pela Delegacia de Homicídios.

Para denunciar ou colaborar com informações acerca da localização de Alejandro Valeiko, a população pode entrar em contato com a equipe da a Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) pelo número (92) 99179-7645, ou pelo número 181, canal de delações da Secretaria de Estado de Segurança Pública do Amazonas.

Da redação

Foto: Reprodução/Redes sociais

compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on print
Share on email