Prisão temporária do prefeito de Coari é prorrogada por mais cinco dias pelo Tribunal de Justiça do Amazonas

A decisão divulgada agora à tarde vale também para o empresário Alexsuel Rodrigues; o sargento da Polícia Militar e assessor do prefeito, Fernando Lima e vereador e presidente da Câmara Municipal de Coari, Kleiton Batista.

O grupo foi preso na última sexta-feira (27) durante a operação “Patrinus” deflagrada pelo Ministério Público do Amazonas.

Segundo o órgão, o grupo pode ter atuado em um esquema de corrupção que teria movimentado mais de R$ 100 milhões de reais.

Nesta segunda-feira (30), os promotores começam a fazer a análise do material apreendido, o que eles chamam de ‘audiências de deslacres’.

Da redação

Foto: Divulgação/Prefeito

compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on print
Share on email