Nova reforma administrativa do Governo do Amazonas reduz o número de secretarias

A economia inicial de gastos estimada, com as mudanças, é da ordem de mais de  R$ 5 milhões de reais por ano.

Segundo o Governo, o Projeto de Lei (PL) da reforma administrativa será enviada ainda esta semana à Assembleia Legislativa do Estado (ALE-AM).

O PL prevê reduzir o número de secretarias de 25 para 20, o que reflete na diminuição do número de órgãos da administração estadual, de 71 para 68.

A medida ocorre para melhorar a aplicação de recursos e tornar mais eficiente os serviços públicos, evitando desperdícios.

Como exemplo temos as secretarias de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc) e dos Direitos da Pessoa com Deficiência (Seped), ambas devem ser unidas, gerando a criação da Secretaria de Estado de Cidadania e Inclusão Social, que substituirá a Sejusc e também passará a responder pelas atividades da Seped.

A nova estrutura administrativa também prevê a criação da Secretaria de Estado de Educação e Desporto (Seduc), agregando atribuições das Secretarias de Educação e Qualidade do Ensino (Seduc) e de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel).

Da redação

Foto: Divulgação/Secom

compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on print
Share on email